Submarino vendendo material de construção

[ad#texto]
“Era uma vez, uma feliz consumidora que viu uma oferta no Submarino de um notebook como ela precisa e resolveu comprar.

Foram dias de espera, até que dentro do prazo de entrega o notebook chegou.

Ao abrir, ávida por utilizar seu notebook novo, uma grande decepção, no lugar do notebook havia um tijolo. Entrou em contato imediatamente com o Submarino e depois de alguns dias de negociação conseguiu a autorização para efetuar a troca.

Foram mais alguns dias até que o seu notebook de troca finalmente chegou.

Correu para abrir a embalagem e surpresa, outro tijolo.”

A história acima pode parecer uma paródia, mas é a pura verdade. Foram dois tijolos entregues no lugar do Notebook.

O que o Submarino não contava era que a consumidora em questão era uma advogada e dentro do seu direito de consumo já entrou logo com uma ação na justiça para que o dano fosse definitivamente resolvido.

Eu sinceramente faço votos para que a consumidora seja logo ressarcida do seu dano e que o caso do Submarino seja tomado como exemplo e o mesmo seja “esfolado” por um juiz linha dura que aplique a lei em sua força máxima, pois uma pena branda neste caso (está claramente caracterizada má fé por parte do Submarino) é quase que um convite para que o próprio Submarino repita ações como esta e uma porta aberta para que outras empresas de e-commerce façam o mesmo.

Fonte: Tecnoblog

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 323 outros assinantes

Busca

agosto 2020
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 

Categorias