O Grafeno seria o futuro da informática?

[ad#texto]
Seguindo o hype que os estudos, em estado avançado, sobre computação quântica vem causando, surge mais um elemento nessa história, o Grafeno.

Grafeno
Grafeno

Para quem não sabe o Grafeno é uma espécia de “folha” de grafite (o grafite é composto de várias várias dessas “folhas”), muito densa e com a espessura de um átomo reunidos em uma estrutura hexagonal e cristalina.

Mas porque tanto interesse no grafeno?

A indústria de processadores tem se interessado pelo grafeno para substituir o silício na fabricação de processadores, pelo fato de que as propriedades do grafeno serem muitos superiores as do silício, em teoria essa superioridade é tão grande um processador baseado em grafeno poderá chegar em um clock de 500Ghz contra o limite de 5Ghz oferecido pelo silício.

Outro ponto a favor do grafeno é que devido a sua natureza estável e resistente é possível produzir transístores de cerca de 2 átomos de espessura e com poucas dezenas de átomos de comprimento, algo próximo ao limite físico da matéria, uma realização impensável utilizando somente o silício.

O grafeno foi registrado como material é 1994 e desde esta data pesquisas intensas estão sendo realizadas, inclusive com alguns protótipos com relativo sucesso.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 323 outros assinantes

Busca

agosto 2020
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 

Categorias