Hackers invadem site de traição Ashley Madison

Hackers invadem site de traição Ashley Madison e prometem divulgar dados dos 37 milhões de usuários do serviço. Muita gente já começa a se preocupar caso isso realmente ocorra.

[ad#texto]

Recentemente temos visto vários casos de vazamento de informações, parece que hackers e crackers descobriram uma verdadeira mina de falhas de segurança, agora hackers invadem site de traição Ashley Madison e prometem divulgar dados de 37 milhões de usuários o que iria provocar um efeito devastador para milhões e milhões de pessoas.

Hackers invadem site de traição Ashley Madison
Hackers invadem site de traição Ashley Madison

Antes de tudo vamos conhecer o serviço, o Ashley Madison tem o slogan “A Vida é Curta. Curta um Caso” e que prega discrição, confidencialidade e privacidade acima de tudo, com isso conquistou 37 milhões de usuários que possuem dados sensíveis como nomes e e-mails de contato reais além de números de cartões de crédito e outros.

Agora com este possível vazamento de dados o grupo hacker que efetuou o ataque quer o fechamento do site imediatamente.

Sem muitas informações de como o ataque foi realizado, só parece que realmente ele foi eficaz e que realmente todos os dados de usuários do serviço foram divulgados.

Hackers invadem site de traição Ashley Madison: os detalhes

Um grupo de hackers denominado “The Impact Team” se diz o responsável pelo ataque e inclusive divulgaram uma pequena amostra com dados roubados da empresa Avid Life Media que é a dona do Ashley Madison e de outros sites do gênero.

O dono da empresa confirmou no blog sobre segurança KrebsOnSecurity, que realmente a invasão aconteceu e que embora ainda não tenham certeza é bem provável que foi realizado uma invasão interna (por funcionários), pois em uma das mensagens é feito menção ao responsável pela segurança do serviço.

Hackers invadem site de traição Ashley Madison: a motivação

Para tudo tem um motivo e apesar do serviço ter um lado completamente antiético este parece não ser o principal elemento motivador. Na realidade parece que a função Full Delete que é vendida por US$ 19,00 para os usuários do serviço é que foi o estopim.

Neste serviço, o cliente paga o valor solicitado para ter todos os seus dados apagados, porém nem todos os dados eram de fato eliminados, informações como número de cartão de crédito e alguns dados de contato ainda eram mantidos na base de dados.

Isso bastou para que a invasão fosse efetuada, resta saber como o Ashley Madison irá trabalhar para mitigar este vazamento de informações, principalmente se ele vier a público.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 320 outros assinantes

Busca

dezembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Categorias