Computação em neblina é a nova onda da evolução

Você nem sabe o que é cloud computing e agora já pode se acostumar, pois a computação em neblina é a nova onda da evolução tecnológica. Veja os detalhes aqui.

[ad#texto]

Computação em neblina é a nova onda da evolução
Computação em neblina é a nova onda da evolução

O conceito de cloud computing nem bem foi assimilado pela maioria das pessoas e um consórcio foi fundado por gigantes da tecnologia com o intuito de aprofundar e facilitar a adoção do conceito de Internet das Coisas, agora a nova onda da evolução tecnológica que o mercado corporativo terá que lidar é a computação em neblina.

Sim, é exatamente isso que eu pensei. Hoje já vemos diversas pessoas com pouco conhecimento em computação de nuvem e agora vão mesclar a computação de nuvem com o antigo conceito de cliente/servidor para obter no final das contas algo semelhante com computação distribuída.

Computação em neblina: o que é?

Se na computação de nuvem temos o conceito de que o serviço existe, não importa muito onde está a estrutura física, na computação de neblina a ideia de utilizar a distribuição de serviços como existe em cloud e de quebra aproximar o meio físico dos dispositivos que vão utiliza-los.

Quem é das antigas vai se lembrar quando empresas compravam servidores para montar intranets com serviços corporativos (notem que não estou falando de ERPs e outros sistemas legados), para a fog a ideia é criar estrutura física local para que serviços da cloud estejam prontos para serem distribuídos para gadgets e demais utilizadores da Internet das Coisas (IoT).

Um consórcio foi formado por gigantes do segmento de tecnologia com o objetivo de agilizar a adoção ao mesmo tempo que simplifica implantações em cenários complexos e para os desenvolvedores o objetivo é propiciar ambiente adequado, inclusive com cenário e ferramentas de testes.

Computação em neblina: o consórcio

O consórcio, que é chamado de Open Fog, conta com os seguinte integrantes: AMR, Cisco, Dell, Intel, Microsoft Corp. e o Laboratório Edge da Universidade de Princeton.

Se por um lado mais uma tecnologia relacionada com computação distribuída parece demais em um espaço de tempo tão curto por outro lado a iniciativa é boa pois poderá obter êxito na padronização o que facilitará o processo de adoção de IoT, independente se o conceito de Fog será ou não aderente ao mercado.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias