Tunning no Oracle: alocando recursos para os objetos

[ad#texto]

Voltando a falar de tunning em Oracle esbarramos em uma dúvida simples porém recorrente, como declarar os recursos que utilizamos a fim de utilizar o mínimo de recursos no Oracle e assim, pelo menos em teoria, obter maior performance.

A boa notícia é que pelo fato do Oracle realizar alocação dinâmica dos recursos disponíveis para seus objetos em tempo de execução permite total liberdade para o desenvolvedor PL/SQL implementar seus objetos “com folga”, evita exceções desnecessárias, por exemplo, veja a declaração de uma variável do tipo string no PL/SQL:

DECLARE
  minhaVar    varchar2(4000);
  minhaVar2  varchar2(40);
 
BEGIN
  ...
END;

Qual declaração do exemplo acima consome mais recursos?

Depende do uso. Sim, isso mesmo, como o Oracle agrega recursos vai depender do uso, a declaração por si só não diz muita coisa.

A diferença maior fica pelo limite que você vai impor, no caso do exemplo acima ficaria em 4000 e 40 respectivamente.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias