Farsa do software livre


Recentemente uma notícia está causando comoção entre vários setores de TI, de que o software livre é escrito 75% por profissionais.

O que isso significa?

Nada!

O que ocorre é que setores que não utilizam e/ou repudiam o modelo adotado pelo software livre estão utilizando esse argumento para embasar de que o modelo de sustentação do software livre (de que a própria comunidade irá prover soluções para a evolução do software de forma gratuita).

Daí com esse percentual de 75% de profissionais da área de desenvolvimento de software, contratados e devidamente pagos por empresas que utilizem o Linux ou outro software livre, empenhados em promover melhorias para o própria software livre tem soado estranho.

O fato é que na prática não existe diferença alguma entre um simples usuário fornecendo atualizações para o software livre que utiliza e um profissional contratado por uma empresa que utilize software livre (muitas vezes até para gerar receita).

No final das contas todos que utilizam o software livre estão contribuindo para a sua melhoria constante.

Agora se é você mesmo que produz linhas de código para melhorar ou se paga alguém para fazer isso para você não produz diferença nenhuma.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias