Esmiuçando o Windows 8

[ad#texto]
A grande novidade da Microsoft com certeza será o lançamento do Windows 8, incluindo aí todas as suas versões de testes, porém os usuários “normais” ficam na dúvida sobre o quanto deverão mudar para se adaptar a nova semântica de uso do Windows 8.

Uma mudança que não causará muito impacto de uso, mas é muito bem vinda é a adoção da interface Ribbon ao Windows, originaria do Office a interface Ribbon tem feito alguns inimigos e alguns amigos, mas ignorando isso a Microsoft ignora essa briga de usuários e a implementa definitivamente ao Windows 8.

A interface Ribbon deixa a mão do usuário comandos que antes para ter acesso o caminho era bem maior, ou seja, tecnicamente não implementa nada de novo, porém melhora muito a interação homem-máquina.

Outro detalhe é a nova capacidade do Windows 8 de montar automaticamente imagens ISO, sem nenhum software adicional o Windows 8 consegue acessar imagens ISO e monta um drive virtual que funciona como um drive de DVD real, dando total acesso aos arquivos e a execução.

O que mais inova é sem dúvida a interface Metro, por hora (ainda muito precisa ser acertado) a Metro funciona como um acesso rápido a tudo, inclusive ao desktop como o conhecemos hoje no Windows. Fornece acesso rápido a vários aplicativos de dados e informações além de acesso rápido a aplicativos instalados pelo próprio usuário.

Outra capacidade do Metro é integrar novos conceitos de layout para aplicação, um exemplo é o Internet Explorer 10 que vem junto com o Windows 8 e tem seu layout integrado ao Metro. Com o layout integrado ao Metro a aplicação ganha toda a semântica de uso do Metro, que é otimizado para diversos dispositivos diferentes e prioriza a melhor organização do espaço e a arquitetura da informação.

Uma coisa que muitos usuários irão sentir falta é a ausência do botão Iniciar, ele foi suprimido, agora é possível utilizar um mecanismo de busca pelo nome do recurso do sistema ou aplicativo que deseja invocar, essa busca é classificada como arquivo, aplicativos e configurações facilitando a localização pelo usuário.

Este recurso de localização ainda está imaturo, mas lembra muito o Unity do Ubuntu, porém o conceito de uso do Unity é melhor, pelo menos por hora esse recurso de busca embora já mais eficiente que o antiquado botão Iniciar ainda precisa melhorar bastante se quiser de fato trazer melhoria significativa ao usuário.

Por hora os recursos do Windows 8 estão amadurecendo e espero que a Microsoft mantenha essa linha de raciocínio e não se curve a usuários legados que não estão dispostos a aprender novos hábitos, mesmo que estes novos hábitos sejam melhores e mais produtivos.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias