Conheça a linha Zen da AMD, Intel que se cuide

Tempos atrás a AMD batia a Intel em performance e preço, mas o tempo passou e o jogo virou fortemente, mas o jogo vai esquentar novamente, conheça a linha Zen da AMD.

[ad#texto]

Conheça a linha Zen da AMD
Conheça a linha Zen da AMD

Na década de 2000 aconteceu algo que poucos esperavam, a linha Athlon da AMD bateu de frente e superou a linha Pentium 4 da Intel, que tratou de correr atrás e hoje a AMD nem chega próximo da linha i7 da Intel, mas o jogo promete virar novamente, conheça a linha Zen da AMD.

Durante a decadência da AMD, nem mesmo a boa ideia do conceito de APU’s surtiram o efeito desejado (em partes pela indústria de software) e a cada ano a AMD via a Intel se distanciar mais e mais.

Conheça a linha Zen da AMD: conhecendo a plataforma

Para sair da crise a AMD decidiu fazer algo que não vemos normalmente, começou sua nova arquitetura do zero, construindo tudo novo buscando obter o máximo de excelência.

Assim nos últimos 4 anos a AMD vem trabalhando arduamente na sua linha Zen.

Veja suas principais características:

  • Performance: engine x86 com branch prediction completamente novo, caches de micro-operações mais eficientes e uma janela de instruções muito mais abrangente;
  • Taxa de transferência: Para manter esse motor de alto desempenho alimentado com informações e instruções externas por meio de pre-fetching e uma hierarquia de memória cache completamente nova com 8 MB de L3 cache;
  • Eficiência: Performance e taxa de transferência sem aumentar a energia, ao usar o processo 14nm FinFET e uma gama de técnicas de design que economizam energia na arquitetura.

Conheça a linha Zen da AMD: computação pessoal

A AMD vai utilizar o Zen tanto em computação pessoal quanto para servidores.

Na computação pessoal será conhecida por Summit Ridge sendo compatível com a plataforma AM4.

Veja os detalhes:

  • Até 8 core físicos + 8 core lógicos (16 threads para trabalho);
  • Tecnologia FinFET de 14 nanômetros;
  • Aumento de 40% de IPC (instruções por clock);
  • Arquitetura SMT (Simultaneous Multithreading).

Na prática este processador dará suporte para jogos em 4K e dará suporte total para a GPU RX 480 trabalhar com realidade virtual.

Conheça a linha Zen da AMD: servidores

A plataforma Zen também será aproveitada para servidores.

Além de todas as vantagens da linha Summit Ridge a opção para servidores, que será conhecida por Naples, terá suporte para 32 core físico + 32 core lógico, convertendo-se em 64 threads disponíveis para trabalho.

Um verdadeiro monstro que permitirá um nível superior de paralelismo.

Conheça a linha Zen da AMD: na prática

A AMD demonstrou uma comparação da sua plataforma Zen com a plataforma Broadwell-E da Intel.

No teste a AMD colocou as duas plataformas lado a lada (com mesmo clock) para executar o benchmark do programa Blender e a princípio o produto da AMD leva vantagem.

Ainda é muito cedo, mas esta plataforma promete.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias