A guerra do streaming chega de vez ao Brasil

A guerra do streaming chega de vez ao Brasil e neste cenário misturam várias empresas de vários segmentos, resta saber que vai vencer a batalha.

[ad#texto]

A guerra do streaming chega de vez ao Brasil
A guerra do streaming chega de vez ao Brasil

Sem dúvidas a maior vedete do momento são os serviços de streaming, de filmes e séries, que tem conseguido unir bons preços com um bom acervo e o mais conhecido por aqui é sem dúvidas o Netflix, mas não existe somente ele e cada vez mais concorrentes se esforçam para conseguir uma boa fatia deste mercado que cresce dia a dia e assim a guerra do streaming chega de vez ao Brasil.

Nesta guerra são todos contra todos, inclusive sites piratas de streaming, como o Mega Filmes HD que foi retirado do ar recentemente pela Polícia Federal e também as operadoras de TV por assinatura que já sentem o impacto do streaming e cada dia mais estão tentando manter sua relevância frente o avanço tecnológico.

Por fim, soma-se a isso as entidades de defesa aos direitos autorais como o Ecade que ainda estão no século XIX e enxergam o streaming como pura e simples pirataria, mesmo os que são legalizados como o Netflix.

Que bagunça!

A guerra do streaming chega de vez ao Brasil: o NetMovies

O NetMovies começou aqui no Brasil no vácuo do próprio Netflix, tentando imitar seu modelo de negócios no mercado local, oferecendo aluguel de mídia física e streaming por uma mensalidade, porém em 2013 assumiram que estava muito caro concorrer neste segmento e passaram a oferecer apenas streaming de filmes de gosto duvidoso e continuaram com o aluguel de mídias físicas para a Grande São Paulo.

Aliás este era o maior diferencial do site, o aluguel era pago mensalmente (o valor era R$ 24,90), a entrega era grátis via motoboy e o cliente podia ficar quanto tempo quisesse com a mídia (eles possuíam um acervo com mais de 35.000 títulos).

Mas tudo isso é passado, em março de 2015 eles encerraram este serviço.

A guerra do streaming chega de vez ao Brasil: a compra

Por fim, para evitar o fechar de portas, foi vendido para o Looke, que atua como concorrente direto aqui no Brasil ao Netflix.

Com acervo mais atual e mais impulso comercial, o Looke parece ter vindo com vontade de liderar este segmento.

O serviço aparentemente é bom, mas tem suas pegadinhas e vários títulos só estão disponíveis para aluguel e não estão liberados para os assinantes mensais.

Resta saber quais benefícios os clientes poderão ter!

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias