O BrOffice e o Microsoft Office


Muita gente, principalmente em versões anteriores a 2007, já experimentou em algum momento ver os seus arquivos do Microsoft Office serem corrompidos do nada, ao salvar. Apesar de que esse problema parece ter sido resolvido na versão 2007, o Microsoft Office ainda é um software caro, pesado e conseqüentemente lento.

Alguém aqui já viu o cliente de e-mail Outlook? Ele gera todos os e-mails em um único arquivo PST que embora o sistema de arquivos NTFS até suporte arquivos maiores que 4 Gb quem recebe muitas imagens vai mais cedo ou mais tarde corromper esse arquivo e acabar perdendo muito do seu trabalho.

Embora bastante gente reclame do Open Office (no Brasil é BrOffice mas é a mesma coisa) a grande parte dessa reclamação é que ele não é igual ao Microsoft Office, que bom que seja assim, isso indica que os bugs eternos que o Microsoft Office apresenta a anos não existem nele.

Como todo software embora ambos atuem para a mesma finalidade tem modos de aplicação diferenciada, isso é normal, é a realidade. Vamos então mostrar algumas coisas interessantes a respeito do BrOffice:

  • O BrOffice agora também tem corretor gramatical;
  • O BrOffice em sua versão 3.0.1 abre os arquivos nativos do Microsoft Office 2007;
  • O BrOffice é muito, mas muito mais estável que o seu concorrente Microsoft Office;
  • O BrOffice pode em diversos casos abrir e corrigir os arquivos do Microsoft Office sinalizados como corrompidos;
  • O custo de aquisição é ZERO;
  • É multiplataforma.

Vendo tudo isso é fato que pelo menos um download (são apenas 127 Mb) e um pouco da sua atenção para conhecer o projeto o BrOffice merece.

Tags:
matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 324 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias