Como comparar a performance de processadores

[ad#texto]

Desde os primórdios dos primeiros processadores a Intel impôs que a performance de um computador dependia unicamente do processador que por sua vez teria a sua performance dependeria da velocidade do clock, por isso nos acostumamos que quanto mais clock melhor, mas não é bem assim que funciona uma métrica para medir o desempenho de um processador.

Muitos se lembram da época da primeira geração do Pentium 4 com clock de 3Ghz, anunciado pela Intel como o processador mais rápido, veio a AMD com um modelo com clock 2 Ghz e mostrou ao mundo que performance é bem diferente de ciclos de clock, tudo porque o processador da AMD mesmo tempo um ciclo de clock mais baixo e teoricamente retornava menos instruções ele otimizava o seu trabalho interno, fazendo mais e melhor por ciclo de clock e assim ganhando em performance do processador Pentium 4 da Intel.

Hoje então, com tantos parâmetros e números fica muito difícil de avaliar qual é o melhor processador ou o melhor processador que você pode comprar, o que varia muito pelo perfil de uso de cada um, assim surgiu o CPUBoss, que tem a nobre função de reunir dados de uma porção de benchmarks espalhados pela internet e reunir seus resultados, facilitando muito a escolha de um processador.

O serviço permite a comparação de processadores para desktops, notebooks, tablets e smartphones, lembrando que o processador, embora muito importante, não é o único nem o principal envolvido na performance global de um gadget, nos casos dos desktops e notebooks o maior vilão ainda é o acesso a disco (para quem não utiliza discos SSD) seguido de perto pela barramento de comunicação da motherboard (responsável pela troca de dados entre todos os periféricos conectados na motherboard) afinal de nada adianta um processador ultra potente se a comunicação dele com o HD ou com a memória RAM é lento, a performance percebida de uso cai.

Tela de comparação de processadores
Tela de comparação de processadores

No caso dos tablets e smartphones o que vai impactar muito é a velocidade das memórias e também o barramento de comunicação entre os periféricos.

Resumindo, o CPUBoss vai ajudar muito, mas o mais interessante ainda é manter o equilíbrio.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias