Windows 11 somente em SSD: como fica seu notebook agora?

Pode parecer mentira, mas a partir de 2023 Windows 11 somente em SSD, pelo menos é o que irá exigir a Microsoft, mas como fica agora?

Windows 11 somente em SSD: como fica seu notebook agora?
Windows 11 somente em SSD: como fica seu notebook agora?

De acordo com a Microsoft a partir de 2023, Windows 11 somente em SSD, nada de HD mais, mas como fica seu notebook e o mercado?

Se ainda vemos diversas opções de notebooks utilizando precárias telas HD, exigir um SSD como disco de boot torna-se impensável.

E ainda por cima, tem a trambicagem da indústria utilizar HD’s de baixo custo como vitrine para ofertar quantidades maiores de armazenamento, mesmo que o componente utilizado deprecie toda a performance do notebook.

Windows 11 somente em SSD: como será a partir de 2023?

A regra da Microsoft é clara: notebooks a partir de 2023 somente utilizando um SSD como disco de boot.

Não importa se serão SSD’s NVMe M.2 ou SATA, desde que seja um disco SSD.

A razão disso tudo é que de acordo com relatórios a Microsoft estaria descontente com o ritmo lento de adoção de discos SSD pelas OEMs.

O motivo é bem claro: sistema lento quem leva a culpa é o Windows e é isso que a Microsoft quer acabar.

Como é notório que o gargalo de performance atualmente é a velocidade do disco de armazenamento, no caso de HD’s, a melhor maneira de resolver isso é forçando a indústria a utilizar SSD.

A indústria rebate

A indústria não está contente com este ultimato por parte da Microsoft, devido ao alto custo, o que iria inviabilizar notebooks de entrada.

Por isso pede uma extensão do prazo para implementar tal medida.

Mas a Microsoft não está disposta a ceder, pois a utilização de SSD’s iria impactar positivamente na experiência de uso do Windows.

Como fica os notebooks antigos (que temos em casa)?

Essa exigência da Microsoft seria apenas para novos gadgets, ou seja, os notebooks já vendidos e que suportam o Windows 11 vão continuar funcionando normalmente com HD.

Em resumo, somente a indústria seria impactada com a medida e o consumidor final poderia utiliza normalmente o equipamento que já possui.

Como ficará a partir de 2023?

Se a Microsoft de fato não ceder termos o fim de notebooks de entrada vendidos já com o Windows 11 instalado.

Provavelmente teremos notebooks de entrada sendo comercializados com Linux, de alguma distro similar ao Windows.

Notebooks com Windows, que terão a obrigatoriedade de possuir SSD, serão mais caros, destinados a um segmento superior ao de entrada.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 316 outros assinantes

Busca

dezembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias