Windows 11: conheça todos os detalhes do novo sistema operacional

Finalmente foi anunciado: o Windows 11 foi confirmado e todos os detalhes forma divulgados na apresentação da Microsoft.

Windows 11: conheça todos os detalhes do novo sistema operacional
Windows 11: conheça todos os detalhes do novo sistema operacional

Em um evento ocorrido no último dia 24 a Microsoft confirmou o Windows 11, sem contudo informar de maneira oficial a sua data de lançamento.

Conforme o anúncio realizado pela Microsoft podemos esperar o seguinte:

“trazer o usuário para as coisas que ele gosta”

Sem dúvidas o Windows 11 será a maior mudança visual do ecossistema Windows em anos, já que as constantes atualizações do Windows 10 trouxeram poucas mudanças visuais.

Windows 11: os detalhes

Detalhes técnicos não foram amplamente divulgados pela Microsoft, contudo já temos várias novidades confirmadas e vamos lista-las abaixo.

Mais seguro, porém para poucos

A Microsoft promete foco total em segurança nesta nova versão do Windows e verdade seja dita, o trabalho em segurança no Windows 10 melhorou bastante o sistema.

Um detalhe importante é que somente computadores que possuam TPM 2.0 poderão receber o Windows 11.

Para quem não sabe o TPM 2.0 é um chip de reforço criptográfico que tem por finalidade auxiliar o sistema operacional em recursos de segurança.

A Microsoft disponibiliza uma ferramenta que irá validar se o seu computador é ou não compatível com a nova versão do Windows.

Mais updates

O ritmo de atualizações no Windows 10 melhorou significativamente em relação as versões anteriores.

Porém devemos notar que toda esta velocidade acarretou em vários problemas para os usuários.

No Windows 11 os updates irão ocorrer com maior frequência e seu tamanho será até 40% maior que os atuais, prepare sua internet e sua paciência.

Distribuição

A primeira inovação desta versão é a sua forma de distribuição: ele será gratuito para quem já possui o Windows 10.

Além de possuir TPM 2.0 o computador precisará do seguinte hardware mínimo:

  • CPU de 64-bit e 1 GHz
  • 4 GB de memória RAM
  • 64 GB de armazenamento interno

Novos elementos visuais

Embora tenha mudado bastante nos bastidores a interface tem sofrido poucas alterações, no Windows 11 vários elementos e a própria usabilidade foi alterada

Nesta versão o minimalismo vai imperar.

O visual é muito mais limpo e organizado, fazendo ênfase a máxima menos é mais.

Janelas com cantos levemente arredondados surgem e o poluído menu iniciar jogado todo a esquerda sai de cena para um menu mais limpo e centralizado com os aplicativos também centralizados.

Quem gritou Dock do MacOS acertou.

O fundo suave tem a intenção de trazer clareza e leveza ao sistema como um todo.

Produtividade

Pensando em melhorar a produtividade o Windows 11 irá contar com um recurso chamado de Snap Layouts.

Este recurso resume-se na verdade capacidade do usuário escolher diversas formas de disposição e agrupamento de janelas.

O Microsoft Edge também ganhou melhorias de produtividade, uma delas é a capacidade de disposição de abas na vertical, facilitando o agrupamento e visualização quando várias abas estiverem abertas.

Comunicação

O Skype foi definitivamente deixado de lado nesta versão do Windows.

Entra em cena o Teams, que copia boa parte dos recursos do FaceTime do MacOS, não tem muito o que explicar sobre ele.

A dúvida fica em saber se o Skype será de fato descontinuado.

Widgets

Similar ao que já aconteceu no MacOS (eu sei, novamente esta história de cópia, mas a Microsoft se esforçou para isso) o Windows 11 terá suporte a widgets.

A Microsoft diz usar inteligência artificial para deixar a situação dos widgets mais personalizada, mas aparentemente é mais do mesmo.

Novidade mesmo só para o Windows que chegou tarde nesta festa.

Nova Microsoft Store

O ecossistema de aplicativo do Windows é fraca se comparada a da concorrência, porém ele existe e a loja recebeu melhorias.

O mantra da loja agora é “todo tipo de tecnologia” e a prova disso é que aplicativos de Android também estarão disponíveis lá e poderão ser instalados e utilizados no Windows.

Talvez essa seja a melhor novidade até agora.

Para cativar os desenvolvedores a lojinha da Microsoft não cobra comissão sobre microtransações e dá a liberdade de utilizar qualquer meio de pagamento dentro dos aplicativos.

Fica a dúvida em caso de fraude quem será o responsável.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 318 outros assinantes

Busca

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias