Windows 10 S: conheça todos os detalhes do sistema operacional

A história se repete e o Windows 10 S dá as caras, mas será que realmente vai valer a pena? Veja todos os detalhes aqui e fique por dentro.

[ad#texto]

Windows 10 S: conheça todos os detalhes
Windows 10 S: conheça todos os detalhes

A estratégia não é nem um pouco nova e agora a Microsoft tenta novamente abocanhar este segmento com o Windows 10 S.

Mas será que a estratégia é realmente válida?

Lembre-se, a Microsoft já tentou entrar no segmento de sistemas operacionais enxutos ao menos duas vezes e falhou gravemente em todas, qual seria a motivação para que tudo desse certo desta vez?

Windows 10 S: conheça todos os detalhes: o mercado

O Chrome OS vem fazendo relativo sucesso aliando capacidade computacional a baixo custo.

Em tempos de crise esta fórmula vem dando resulta em escala global (não é sé no Brasil) e isso tem despertado novamente o interesse da Microsoft.

Assim surgiu a ideia de projetar um sistema operacional windows-like que fosse o suficiente leve para dispositivos de capacidade de processamento reduzida e que ao mesmo tempo fosse barato.

E assim trilhamos novamente o caminho.

[ad#texto]

Windows 10 S: conheça todos os detalhes: os fracassos

Em 2011 foi apresentado o Windows RT, uma versão do Windows 8 voltada para gadgets mobile.

O problema é que por ser fortemente integrado a uma loja deficiente, falta de ecossistema e a necessidade de um processador padrão ARM que impedia aplicativos nativos, como por exemplo o Office relegou este sistema operacional ao fracasso.

Já em 2012 a Microsoft se esforça para lançar o Windows 8.1 com Bing que foi outro fracasso.

Tinha o grave problema de obrigar o usuário a assistir propagandas na Área de Trabalho e o serviço de busca Bing tinha que ser utilizado com certa frequência.

Junte tudo isso ao fato que somente fabricantes podiam instalar e temos outro retumbante fracasso.

Windows 10 S: conheça todos os detalhes: o que esperar deste aqui

Hoje temos a Windows Store muito mais madura e estável.

O problema ainda reside na necessidade que todo App tenha que vir da loja.

Ele se baseia no Windows 10 tradicional e terá menos serviço de background e exigirá menos hardware.

Atacará diretamente o nicho de mercado que hoje é folgadamente ocupado pelo Chrome OS.

Uma boa vantagem é que ele já virá com o Office instalado de fábrica, porém outros aplicativos como o Chrome, por exemplo, a princípio não poderão ser instalados.

A julgar pela quantidade de pessoas que compram um Chrome OS e tentam instalar o Windows acredito que eles tenham muito mercado.

Só falta deixar de frescura e permitir maior flexibilidade.

Windows 10 S: conheça todos os detalhes: e o preço?

Ele não custará nada.

Virá embarcado em sistemas de hardware barato já instalado pelos fabricantes.

Quem quiser expandir para o Windows 10 tradicional a migração vai custar US$ 49,00 e se for um estudante não custará nada.

Ele será lançado no meio do ano (verão no hemisfério norte).

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias