SAP condenada a indenizar a Oracle

[ad#texto]
Quem vê os colaboradores das diversas consultorias especializadas em SAP e os próprios consultores da SAP visitando empresas com toda a sua pompa e empáfia não imagina o que ocorre nos bastidores do ERP SAP, um ERP custoso para ser implantado e que em diversos casos leva as empresas que tentam a miséria financeira ou ainda tem os seus melhores processos industriais vendidos para seus concorrentes.

No final do mês de novembro a corte da Califórnia condenou a SAP a pagar uma indenização de 1,3 bilhões de dólares a Oracle por roubo de software. A indenização que surpreendeu a todos que esperavam um valor mais baixo é um exemplo de que pirataria de software se originou e ainda hoje impera nas grandes empresas do segmento de software, as mesmas que tentam esmagar usuários que trocam arquivos e softwares por redes P2P. É aquela velha história, do faça o que eu digo e não faça o que eu faço.

A SAP que já tinha admitido que a sua subsidiária TomorrowNow tinha efetuado o download de milhões de arquivos de forma ilegal da Oracle esperava pagar somente 40 milhões de indenização, enquanto a Oracle pleiteava 1,6 bilhões.

A SAP vai recorrer e pelo jeito essa briga judicial ainda irá demorar alguns meses até o desfecho. Porém podemos tirar algumas conclusões sobre o fato:

  • Enquanto a indústria de software e música massacra alguns usuários por pirataria, o verdadeiro volume de transferência ilegal de arquivos é realizado pelas mesmas empresas que se dizem vítimas da pirataria e que a condenam;
  • A Oracle não é tão vítima assim, pois também já teve problemas por apropriação ilegal de software e propriedade intelectual no passado;
  • A SAP achou que iria piratear software e caso fosse descoberta pagar uma mísera indenização e lucrar muitas vezes mais com o roubo;
  • O tribunal da Califórnia foi bem coerente, enquanto condenam usuários que distribuem software (sem vender e consequentemente obter lucro) pirata em milhões de dólares, uma empresa tem que ser multada na casa dos bilhões devido ao volume do lucro que a pirataria e download ilegal gerou para si.

Aguardemos os próximos capítulos dessa história.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias