Processadores ARM para desktops, será o fim do reinado da Intel?

Processadores ARM para desktop tomam força em notebooks e a Intel pode perder seu reinado absoluto quando falamos de processadores.

Processadores ARM para desktops, será o fim do reinado da Intel?
Processadores ARM para desktops, será o fim do reinado da Intel?

Depois dos processadores M1 da Apple os processadores ARM para desktops parece ter se tornado uma realidade.

Com o lançamento da Apple surgiu a grande dúvida se a proposta tomaria força com outros fabricantes que fornecem equipamentos para o ecossistema Windows.

Lembrando que antes da Apple houveram lançamentos de notebooks com processadores ARM executando Windows, porém sem nenhum sucesso.

Com a aposta acertada da Apple novos propostas de notebooks com processadores ARM surgem no mercado e agora é a vez da Lenovo.

Processadores ARM para desktops: o equipamento da Lenovo

A Lenovo irá lançar em maio de 2022 o notebook ThinkPad X13s, com a grande novidade de utilizar o processador Qualcomm Snapdragon 8cx 3ª geração.

A especificação deste notebook será a seguinte:

  • Processador Qualcomm Snapdragon 8cx 3ª geração
  • 32 GB de RAM (LPDDR4x)
  • GPU Adreno
  • Tela de 13,3″ na proporção 16:10, tecnologia IPS e resolução WUXGA com até 400 nits de brilho
  • Modem FastConnect 6900
  • Wi-Fi 6 ou Wi-Fi 6E
  • Bluetooth 5.2
  • 5G (mmWave e sub-6 via e-SIM ou nano SIM)

Completam o pacote Windows 11 Pro e tento de uso longe da tomada de até 28 horas, lembrando que não irá possuir ventoinha.

Com duas entradas USB-C, teclado retroiluminado, leitor de impressão digital e peso de apenas 1.06kg é destinado a ocupar o mesmo nicho do Macbook da Apple.

Compatibilidade com ambiente x86-64

Notebooks no passado recente já foram lançados com processadores ARM da Qualcomm, porém não obtiveram sucesso, principalmente pelos problemas de compatibilidade com aplicativos projetos para ambientes x86-64.

Para que este notebook obtenha sucesso é fundamental que a Microsoft faça um bom trabalho com esta compatibilidade, afinal existem poucos aplicativos projetados para ARM.

Aliás este foi um fator determinando para o sucesso de MacBooks com processadores M1, a camada de compatibilidade chamada de Rosetta 2 é muito eficiente.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 316 outros assinantes

Busca

dezembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias