Preciso mesmo de tanto hardware?

[ad#texto]

Uma coisa que acontece até hoje no segmento de notebooks e desktops é a corrida desesperada ao melhor hardware, mesmo que eu nunca vá precisar de fato de tanto poder de processamento, o meu hardware tem que ser melhor que o do meu amigo. Agora esse fenômeno começa a ocorrer no segmento mobile.

Veja a recente briga da Nvidia com o Tegra3 e a Apple com o AX5 no lançamento do iPad 3, veja a batalha travada entre os fabricantes de smartphones com Android pelo melhor hardware, alguns chegando até mesmo a mesma equivalência de processamento com notebooks.

Agora com a entrada da Nokia/Microsoft na briga do mercado mobile algo de novo acontece, a Nokia tem ofertado como high end smartphones com hardware mais modesto que não é considerado de ponta, isso tem levado os fanboys a loucura, os Wintards tem gritado que o hardware da Nokia para a Microsoft é mais fraco, pois o Windows consome menos do hardware e que o Android é um glutão de hardware, mas a situação não é bem essa.

A questão é que o Windows Phone, ao que tudo sugere, não é tão eficiente no trabalho com processadores com mais de um core, ficando dessa forma completamente desnecessário a implantação deste recurso, a outra questão de que o Android é mais pesado, também não vejo procedência, pois existem equipamentos com processadores single-core de 500 Mhz que funcionam muito bem, de forma fluida, sem nenhum tipo de delay.

Pelo sim ou pelo não, o fato do hardware mais racional pode equacionar mais o setor e vetar um pouco dessa corrida maluca pelo hardware e centrar-se no software.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias