Paranoia contra os motores de busca

[ad#texto]
Há cerca de três anos atrás as empresas acordaram para o poder dos motores de busca, como o Google, e passaram a utiliza-los de forma intensa, seja para procurar informações perdidas (e valiosas) contra a concorrência, seja para procurar informações ocultas de clientes e possíveis colaboradores que almejam uma oportunidade de trabalho.

Foi aí que as consultorias de imagem perceberam a movimentação na Internet e alertaram o resto mundo, empresas pesquisam sobre você e sobre a sua vida, seja para um motivo ou outro.

A máxima “Você é o que você come” converteu-se no século XXI para “Você é o que você navega”.

Neste momento as consultorias de imagem e posicionamento pessoal correram para atender uma nova que surgia: cuidar e administrar da imagem das pessoas na Internet. Para que quando estas pessoas fossem pesquisa os resultados, principalmente os primeiros, fossem os melhores possíveis (políticos também adentraram nessa moda).

Resultados de discussões em fóruns, perfis em redes sociais, e-mails arquivados em listagens públicos, tudo isso é agora facilmente acessível pelas empresas e também passou a ser facilmente manipulável pelas próprias pessoas, com isso, os mais obstinados podem iludir empresas a terem uma falsa visão sobre seu perfil e personalidade com base nos resultados obtidos pelos motores de busca.

E foi alardeando isso que as consultorias de imagem ganharam, e ganham muito dinheiro, vendendo a possibilidade de uma imagem “bonita” na Internet. Porém a força da Internet está nos mais de 5 bilhões de pessoas que a acessam, e contra esse volume de informação é muito difícil lutar.

Foi assim que pessoas e personalidades que gastaram um bom dinheiro em sua imagem na Internet perceberam que podem controlar o que escrevem de si mesmas, mas não podem controlar o que os outros escrevem sobre elas, e o volume no segundo caso é muito maior e por isso obtém maior relevância para os motores de busca.

Hoje vemos essa febre menos dolorida, mas ainda vemos personalidade brigando com elas mesmas, afinal querer parecer outra pessoa na Internet é algo que vem dia ou vai dia acaba.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias