O maior malware do mundo (e não é o Windows)

[ad#texto]

Por esses dias a Kapersky divulgou que descobriu na região do Oriente Médio um novo malware, bem incomum se comparado com dezenas de outros que vemos quase que diariamente, este tem um tamanho exagerado para a sua categoria, onde após a instalação ocupa cerca de 20 MB e o mais incomum é a sua complexidade, ele possui embutido em seu código API´s de compressão, manipulação de dados e uma máquina virtual.

Este malware, batizado de Flame, grava áudio e vídeo, toques de teclado, tira print´s da tela, comprime e envia tudo para o servidor do seu criador.

Assim como o Stuxnet o seu principal alvo são as instalações de países do Oriente Médio, um alvo um tanto estranho, já que o Flame possui boa capacidade de replicação (por rede local ou USB) por que se limitar a este “mercado”?

Monitorando todos os meios de interação home-máquina de um computador, o Flame é a última coisa que uma empresa ou organização gostaria de ter circulando em sua rede local.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias