O Google nocauteia a Microsoft na Internet

[ad#texto]
Se existe uma coisa que o Google sabe fazer muito bem, aliás, o que sabe fazer de melhor é desenvolver, manter e gerenciar o seu motor de busca, já o que a Microsoft não sabe fazer é desenvolver, manter e gerenciar o seu motor de busca, o Bing.

Como a Microsoft já está acostumada a fazer (como, aliás, surgiu) foi copiar os resultados do Google para dentro do buscador Bing, a fim de conseguir relevância para os resultados obtidos através do Bing. A equipe de engenharia e desenvolvimento implementou um processo que ao usuário efetuar uma busca por um termo qualquer no Bing, o mesmo iria buscar e exibir os resultados obtidos no buscador Google, junto com os resultados obtidos pelo próprio Bing.

Como era de se esperar, o Google não dormiu no ponto e vendo tamanha similaridade entre os resultados do Google e do Bing resolveu divulgar tal informação na Internet e levantou a dúvida de que a Microsoft estaria descaradamente copiando os resultados das buscas.

Obviamente que a Microsoft negou, e provavelmente ficou esperando que o Google agisse de acordo com o tradicional das empresas gigantes de hardware e software: o processo por copyright. Caso ocorresse tudo iria se desenrolar meses, até mesmo anos depois, e seria de certa forma difícil do Google provar via judicial à veracidade da cópia de resultados.

Mas o Google nasceu e cresceu na Internet, vive da Internet e alia muito bem a inteligência com criatividade, irreverencia e esperteza. Foi então que o Google não processou ninguém, ainda, e armou uma cilada para provar para o mundo de que a Microsoft estava de fato roubando os resultados.

A equipe de desenvolvimento e engenharia do Google resolveu poluir os próprios resultados quando buscados por termos esdrúxulos, de forma que só o buscador do Google pudesse indexar e retornar tais resultados, e efetuou a busca por estes termos esdrúxulos no buscador do Google e no buscador do Bing para comparar os resultados.

E adivinhe qual foi o resultado?

A pesquisa em ambos os buscadores foi rigorosamente idêntica. O Google exibiu os resultados e provou ao mundo que a Microsoft estava de fato roubando os resultados do buscador do Google.

Mediante os fatos expostos ao público a Microsoft foi acuada e se viu forçada a admitir o erro e assumir que estava de fato roubando os resultados.

O Google conseguiu provar de forma engenhosa o roubo dos resultados, causou hype na Internet, promoveu a qualidade do seu buscador e denigriu a imagem tanto da Microsoft quando do já capenga buscador Bing.

Microsoft durma com isso.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias