Microsoft ajudando a pirataria

[ad#texto]

Embora muitos processem o Google pela seu suposto envolvimento ao indexar sites que contenham pirataria, o Google tem se esforçado bastante para limitar ao máximo a utilização do seu mecanismo de busca para propagar troca de arquivos fruto de pirataria de software.

Documentos divulgados relatam que o Google excluiu da sua indexação cerca de 1,2 milhões de sites ou blogs que divulgam links ou material que infringem o direito autoral (pirataria), um número realmente expressivo e isso condiz com o recente aumento da reclamação de alguns usuários que constantemente ao buscar certos termos no mecanismo de busca obtém como retorno apenas uma mensagem do Google alertando que os resultados para aquele termo pesquisado infringe direito autoral e a busca foi bloqueada.

E boa parte dos pedidos enviados ao Google para remoção de resultados são enviados pela Microsoft.

Obviamente que o Bing também conta com tal mecanismo, fato software da Microsoft compõe boa parte da pirataria mundial.

Não.

Embora a Microsoft notifique constantemente o Google contra tal fato nenhum tipo de bloqueio ou limitação é imposto ao Bing, onde os resultados da busca retornam dezenas de links direcionando para troca ilegal de arquivos ou torrents de arquivos pirateados.

Que coisa não!

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias