Malware rouba dados em smartphones no Brasil

WannaHydra, o malware rouba dados em smartphones no Brasil e parece ter sido feito exclusivo para atacar os brasileiros. Veja como se proteger.

Como descobrir senha do wi-fi direto no Windows
Malware rouba dados em smartphones no Brasil

Malware rouba dados em smartphones no Brasil e foi projetado para atacar exclusivamente brasileiros.

Tanto que os bancos alvos são o Itaú, Santander e Banco do Brasil.

A sua origem é pouco conhecida, mas pela sofisticação o seu potencial de propagação é alto.

Malware rouba dados em smartphones no Brasil: conheça o malware

O WannaHydra é uma versão modificada do WannaLocker, que é um malware destinado a infectar smartphones que surgiu em 2017.

Por sua vez, o WannaLocker é uma versão modificada do WannaCry destinada a atacar exclusivamente gadgets mobile.

O WannaHydra chega a um grau de sofisticação tão alto que possui três mecanismos de ação.

Como ele age?

O primeiro passo é o funcionamento como um trojan bancário, ou seja, ele simula o app bancário original.

Enganando assim o usuário e solicitando dados confidenciais, como número de cartão e senha.

Se os dados forem preenchidos e enviados o malware ativa a função de spyware.

Em resumo, passa a monitorar todas as ações do usuário, que vão desde dados digitados até mesmo posicionamento via GPS.

Isso inclui também áudio captado pelo microfone.

Por fim o malware ativa a sua função ransomware.

Desta forma ele criptografa dados no smartphone exigindo resgate em alguma criptomoeda.

Como se proteger?

O primeiro passo é saber que antivírus para smartphone não é funcional e praticamente inútil.

Mas poucos cuidados são mais do que suficientes para se proteger do WannaHydra.

  • Desconfie: apps bancários nunca solicitando dados como senhas e códigos de segurança.
  • Links suspeitos: simplesmente não clique em links enviados para você, principalmente se não conhecer o remetente.
  • Google Play Protect: ative este recurso na Play Store, ele vai ajudar a bloquear aplicativos maliciosos.
  • Apps de lojas de terceiros: todo cuidado é pouco, lojas terceiras podem apresentar diversos problemas com a garantia de qualidade e segurança de seus apps.
  • Apps instalados manualmente: é o mesmo do caso acima, afinal nunca temos a garantia da origem.
  • Backup: em casos de emergencia o backup é a sua salvação.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 320 outros assinantes

Busca

dezembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Categorias