Linux: Conhecendo o projeto


Há um tempo atrás eu mencionei em um post que estava levantando material voltado a iniciantes sobre o Linux e alguns aplicativos, pois bem, já tenho um material interessante em mãos e vou publicando aqui, se quiserem conhecer o Linux (e aprender um pouco de como utiliza-lo) podem colocar o blog em seu feed e bom divertimento.

O primeiro passo é conhecer o projeto que deu origem ao Linux.

O seu criador foi Linus Torvalds, e o criou em 1.991 no departamento de Ciências da Computação da faculdade de Universidade de Helsinki. A principio foi baseado em um sistema operacional chamado Minix e o kernel do Linux teve além do seu criador o empenho de diversos programadores que forneceram ajuda a Linus via Usenet. A primeira versão do Linux liberada foi a 0.02 em 5 de outubro de 1.991 sob licença GPL.

A rigor o termo Linux refere-se somente ao kernel, que foi o projeto de Linus, e pode ser considerado como o sistema operacional em si. Abaixo segue algumas características do Linux:

  • Arquitetura: monolítico, ou seja, as funções do kernel são executadas dentro do próprio espaço do kernel com a opção de carga de drivers e outros recursos como módulos do kernel;
  • Portabilidade: embora fora do foco original idealizado por Linus hoje o Linux é um dos núcleos de um sistema operacional mais portável para diversas plataformas, desde reduzidos celulares até gigantes mainframes;
  • Licença: o Linux é livre (open-source) na sua essência com o kernel sob a GPL versão 2 exclusivamente;
  • Sistema de arquivos: pela natureza de sua portabilidade é possível trabalhar com vários sistemas de arquivos diferentes, tais como Fat32, Ext3, Ext4, etc.

Na sua origem o Linux era somente em modo texto e somente entusiastas e programadores o utilizavam, além da sua complexa rotina de instalação onde poderia inclusive danificar o hardware foi sendo aperfeiçoado, foram surgindo as distribuições e com elas várias opções de interfaces gráficas, como o Gnome ou KDE e uma infinidade de softwares aplicativos para os mais diversos fins.

Embora a sua aceitação no mercado corporativo em termos de servidores seja a maioria, a sua utilização em ambiente pessoal (desktop ou notebook) ainda é restrita e calcula em torno de 1% dos computadores do mundo, porém a sua taxa de crescimento vem demonstrando sinais de aceleração devido em grande parte por distribuições mais amigáveis para o usuário e grandes empresas (Sun, IBM, HP, Canonical, etc) por trás do projeto de várias distribuições.

Hoje, embora o Linux ainda carregue todo o estigma de seu complexidade, que realmente existia no seu início, qualquer pessoa com pouco conhecimento técnico pode instalar uma distribuição Linux em seu computador, seja ele um desktop ou notebook.

Devido a toda a diversidade de distribuições existentes hoje, e a conseqüente diferenciação entre elas é pouco provável que uma única pessoa possa afirmar com exatidão que conhece todos os sistema operacionais com o kernel do Linux.

Tags:,
Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 325 outros assinantes

Busca

julho 2020
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Categorias