Joquei de IDE não.


Não importa a linguagem, atualmente qualquer desenvolvedor tem na mão vários tipos de IDE´s sejam eles para uso livre ou mediante licença. O fato é que realmente uma IDE ajuda e agiliza o desenvolvimento de software, principalmente em tempos como o de hoje, onde a nível de complexidade de uma aplicação é alto e recursos embutidos em uma boa IDE abstraem muito do trabalho repetitivo e sem criação, deixam a equipe de desenvolvimento com mais tempo livre para “pensar” no produto que estão desenvolvendo. Como resultado entrega um produto melhor (ainda mais complexo) e em menos tempo.

Porém, contudo, todavia, entretanto tem alguns desenvolvedores que simplesmente ignoram a linguagem de programação que estão utilizando e se especializam somente na IDE e o resultado é ótimo: se a IDE sair de linha e for abandonada esse desenvolvedor não tem mais como trabalhar ou se em uma visita ao cliente precisa alterar alguma coisa sem a IDE não consegue, é uma coisa linda.

Então aprendam, trabalhar dentro de uma boa IDE é bom e aconselhável, mas o desenvolvedor precisa ser portável a ponto de se especializar na linguagem que utiliza e não na IDE, se o desenvolvedor conhecer a linguagem, ele vai trabalhar bem em qualquer IDE.

Ponto final.

Tags:,
matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias