Guerra cibernética: estamos a beira do caos tecnológico

O mundo caminha para uma anarquia tecnológica? O que fazer? Estamos a beira de uma guerra cibernética e estamos a beira do caos tecnológico.

[ad#texto]

Guerra cibernética: estamos a beira do caos tecnológico
Guerra cibernética: estamos a beira do caos tecnológico

Um novo ataque de ransomware resulta em preocupação geral ao redor do mundo. Guerra cibernética: estamos a beira do caos tecnológico.

Ainda sem uma forma eficiente de evitar o ataque, este novo tipo de malware está, aparentemente, sendo utilizado para danificar infraestrutura física de países envolvidos em conflitos.

O caso mais notório é do conflito da Ucrânia e da Rússia.

As consequências para civis é igualmente preocupante se comparado a um conflito armado.

Guerra cibernética: estamos a beira do caos tecnológico

Provavelmente o primeiro indício de uma guerra cibernética foi o caso do ataque a usinas nucleares iranianas por um malware especificamente desenvolvido para atacar tais instalações.

Pela sua complexidade é provável que países domo o EUA ou Inglaterra estejam envolvidos no caso.

Porém nada foi provado até então.

O que restou foi o malware sendo propagado pela internet para vários outros países trazendo prejuízo financeiro para diversas empresas.

Semanas atrás o ransomware causou prejuízo financeiro para milhares de empresas em 150 países e agora acrescentou-se casos de unidades de saúde tiveram suas operações afetadas pelo malware.

[ad#texto]

Guerra cibernética: novo teatro de operações

Como não se trata de algo visível para todos fica muito fácil esconder intenções e a origem do ataque.

Existem suspeitas de que países estariam financiando grupos de hackers, indicando o alvo e tipo de ataque desejado.

Porém nada ainda foi de fato comprovado (talvez nunca seja).

Para a vida civil temos estragos generalizados: prejuízo financeiro direto e indireto para empresas, falhas em transmissão de energia e falhas em atendimento hospitalar.

A preocupação é que ataques focados possam causar morte direta de pessoas, como falhas no fornecimento de energia, no atendimento médico e até mesmo falha nos sistemas de controles de usinas nucleares.

Guerra cibernética: como reagir

Por ser um conceito novo ainda não existe um modus operandi para este cenário.

Novos tipos de malware nem são detectados corretamente por sistemas de segurança.

Logicamente métodos de defesa deverão evoluir e fazer frente aos ataques, porém até lá a situação será como este que vimos na última terça-feira: todo um país (ou vários) a mercê de uma nova praga virtual.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias