Google lança Android Things 1.0 com promessa de atualização

Finalmente o Google lança o Android Things com a promessa de atualização simples e direta por pelo menos 3 anos e você, já conhece o sistema?

Google lança Android Things 1.0 com promessa de atualização
Google lança Android Things 1.0 com promessa de atualização

Finalmente o Google lança Android Things 1.o nesta segunda-feira (07/05) com boas promessas.

A principal delas é a respeito de atualizações, o principal dilema e reclamação dos usuários de Android atualmente.

Quem não vai ficar muito contente com a nova visão do Google adotada neste sistema são os fabricantes, que perdem poder de controle em prol de um melhor gerenciamento da plataforma pelo próprio Google.

Resta saber se a adoção pelo mercado do Android Things será mesmo rápida.

Google lança Android Things 1.0: conheça o sistema

Para quem não conhece, o Android Things é um sistema operacional resumido e compacto para dispositivos conectados (Internet das Coisas).

Desde modo ele tem potencial para ser embarcado nos mais diversos dispositivos, como alto-falantes inteligentes, eletrodomésticos, centrais de mídia, etc.

O Google promete atualizações de segurança por pelo menos 3 anos, ou seja, a vida útil projetada para dispositivos com o Android Things é também de 3 anos para não ocorrer disparidades entre hardware e software.

Note que o Google promete atualizações de segurança, mas não cita nada de atualizações de versões, ou seja, talvez os dispositivos somente recebam patches corretivos e não updates de versão.

Google lança Android Things 1.0: detalhes técnicos

O Google Things é de código fechado e os fabricantes não vão poder altera-lo (um dos maiores problemas do Android) nem controlar as atualizações de segurança.

Somente o Google terá este tipo de controle.

Os fabricantes somente terão acesso para gerenciar novas versões e monitorar o desempenho de seus dispositivos.

O Android Things é certificado para os SoMs (sistemas em módulos) NXP i.MX8M, Qualcomm SDA212, Qualcomm SDA624 e MediaTek MT8516, o que não impede que dispositivos mais complexos também o utilizem.

Um exemplo disso é o Lenovo Smart Display.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias