Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19

Em tempos de epidemia o pior são as notícias falsas, por isso Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19 para evitar pânico generalizado.

Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19
Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19

Em tempos de crise, como a atual epidemia, vemos uma enxurrada de notícias falsas, por isso Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19.

No início da disseminação, quando apenas a China apresentava casos, um vídeo fraudulento mostrava pessoas simplesmente desfalecendo no meio da rua.

O objetivo era apenas gerar pânico e desinformação.

Mas as gigantes da tecnologia estão se unindo para filtrar e evitar que este tipo de informação chegue até você.

Google, Facebook e demais contra fake news do COVID-19: a união

Já mencionamos que o ideal é procurar os canais oficiais em busca de informação correta.

Mas as empresas de tecnologia que dominam redes sociais estão se unindo para facilitar a disseminação de informações oficiais dentre outras ações.

A empreitada já reunião as empresas Google, Facebook, Twitter, Microsoft entre outras.

Lembrando que estas empresas controlam uma ou mais redes sociais de grande importância mundial.

Informações oficiais

O primeiro passo conjunto é executar e facilitar a disseminação de dados oficiais.

A ação inclui o compartilhamento de dados oficiais publicados por agências de governo e autoridades de saúde pública de todo o mundo.

Em comunicado existe um convite pra que mais empresas se juntem a esta iniciativa:

Convidamos outras empresas a se juntarem a nós enquanto trabalhamos para manter as nossas comunidades saudáveis e seguras.

Em videoconferência o secretário de Tecnologia dos EUA, Michael Kratsios, pediu o apoio de Google, Facebook, Amazon, Microsoft, Apple, IBM, Cisco e Twitter no combate à desinformação.

Regular publicidade e publicações

O Facebook já vem a algumas semanas proibindo anúncios sobre máscaras e supostas curas para o coronavírus.

O Twitter já afirmou que estuda adequar suas regras no contexto do COVID-19 e além disso já vem removendo dezenas de tweets com fake news sobre o coronavírus.

De qualquer forma, antes de replicar qualquer informação sobre a doença é plausível confirmar a veracidade da notícia.

Na dúvida procurar algum dos canais oficiais para acompanhar a evolução da epidemia.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 323 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias