Golpe do spoofing numérico: veja como se proteger deste golpe

Golpe do spoofing numérico: veja como se proteger deste golpe

Uma nova fraude digital está fazendo vítimas, trata-se do golpe do spoofing número que está se tornando cada vez mais comum.

Golpe do spoofing numérico: veja como se proteger deste golpe
Golpe do spoofing numérico: veja como se proteger deste golpe

Vamos falar do golpe do spoofing numérico que tem aumentado de incidência no Brasil e está fazendo muitas vítimas.

Por utilizar uma variação do número de telefone da própria vítima, este golpe tenta convencer que é uma ligação verdadeira.

No meio desta confusão a vítima acaba caindo no golpe e com isso sofre com desvios financeiros e toda a dor de cabeça que acompanham esse tipo de coisa.

Golpe do spoofing numérico: veja como se proteger deste golpe

Neste tipo de golpe a vítima recebe ligações com o mesmo prefixo do seu próprio número de telefone, sempre se passando por funcionários de empresas ou bancos, como por exemplo, Mercado Livre, Casas Bahia, Nubank, Itaú e etc.

Sempre querendo a confirmação de uma compra de grande valor.

Esse número similar tem o objetivo de passar credibilidade e facilitar a vida do golpista, facilitando o golpe.

Na realidade o golpista não está de posse do número de ligou, ele está utilizando uma técnica chamada de spoofing.

Com esta técnica o golpista consegue adulterar o número chamador, dando a impressão que é um número que está te ligando, quando na verdade é outro.

Este é um problema que vem ocorrendo em todo o mundo e no padrão das redes de telefonia atuais não existe uma forma eficiente de frear esse tipo de ligação.

Teoricamente essa prática é totalmente proibida no Brasil e esse tipo de ligação deveria ser bloqueada na operadora.

Na prática ninguém controla nada e golpistas se aproveitam disso para seguir realizandos golpes.

Tentativa de diminuir esse tipo de golpe

A Anatel admite que não existe uma forma totalmente eficaz e simples de ser implementada para coibir o spoofing numérico.

Contudo a chamada verificada (protocolo STIR/SHAKEN) irá dificultar e diminuir esse tipo de golpe, pelo menos na teoria.

Isso porque as empresas poderão exibir seu nome, logo e o motivo da ligação na tela do identificador de chamadas do seu smartphone.

Com isso ficará muito mais simples e fácil do recebedor da chamada identificar com segurança quem está ligando.

matrix