Facebook viola privacidade do usuário (mais uma vez)

Parece que já virou rotina, mais uma vez o Facebook viola privacidade do usuário prometendo aplicativos grátis para atrair público.

Facebook viola privacidade do usuário
Facebook viola privacidade do usuário

Em meio a mais um problema por falta de privacidade o Facebook viola privacidade do usuário.

O problema desta vez ocorre no aplicativo de VPN Onavo Protect que o Facebook oferecia gratuitamente.

O problema maior aconteceu quando a estratégia do Facebook bateu de frente com a Apple e com o Google.

Então tudo teve que ser revisto e alterado.

Facebook viola privacidade do usuário: como tudo começou

Tudo começou quando o Facebook comprou o Onavo Protect por US$ 200 milhões em 2013.

Para atrair a atenção dos usuários o Facebook começou a oferecer de forma gratuita os serviços de VPN de forma gratuita com o objetivo de proteger dados.

O problema é que o Onavo coletava informações de hábitos de uso de seus usuários, inclusive e principalmente o uso de aplicativos de terceiros.

Tudo isso sem deixar claro para o usuário final o que o Onavo fazia.

O negócio deu tão certo que isso orientou o Facebook na compra do WhatsApp e no caso do Snapchat.

Facebook viola privacidade do usuário: os problemas

Como o Onavo Protect era oferecido com aplicativo para smartphones e tablets ele precisa passar pelo crivo da Apple e do Google antes de ser liberado nas respectivas lojas.

Como esta coleta de dados mal informada ao usuário caracteriza abuso o primeiro problema ocorre na App Store da Apple.

Por ser mais criteriosa com questão de privacidade o Facebook removeu o app da App Strore em agosto de 2018.

Mas em fevereiro de 2019 ele foi removido também da Google Play Store.

Tudo se complicou quando o Facebook aplicou parte do código-fonte do Onavo no app Facebook Research.

Onde este aplicativo coleta dados do usuário em troca de dinheiro.

A Apple notou e revogou o certificado corporativo do Facebook utilizado para publicar todos os apps da empresa na App Store.

Devido ao problema que isso causaria o Facebook correu contra o tempo e removeu o Onavo permanentemente também da Play Store.

Para evitar um problema maior, escancarando de vez sua articulação para capturar dados do usuário.

Facebook viola privacidade do usuário: a coleta de dados não vai parar

Embora todo este problema tenha causado muita dor de cabeça ao Facebook ele não vai parar de coletar dados.

São vários os incidentes relatados nos últimos anos.

E cada vez mais ele se tornam mais sofisticados e difíceis de detectar.

Então é óbvio que o Facebook irá voltar a coletar dados do usuário, comprometendo sua privacidade.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias