Entenda as diferenças entre as gerações de redes wifi

[ad#texto]

Hoje a grande maioria dos lares que possuem algum tipo de acesso a internet possuem um roteador wireless para prover todo o recinto com a famosa “rede sem fio”.

As diferenças entre as gerações de redes wifi
As diferenças entre as gerações de redes wifi

Como para a maioria dos usuários reina a dúvida de qual padrão ou tipo de rede wifi deverá ser utilizado, para isso montamos uma pequena lista para explicar os diversos tipos e as principais diferenças entre as gerações de redes wifi.

  • 802.11: este é o começo de tudo, foi a primeira especificação do IEEE (Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos), tinha como característica uma baixa taxa de transferência que ficava em torno de 2MB/s.
  • 802.11b: após dois anos o IEEE liberou a segunda versão do protocolo, agora com a velocidade de transferência em torno de 11MB/s, bem melhor que a versão anterior, porém o grande erro foi utilizar a mesma faixa de frequência de outros equipamentos o que resultou em diversos tipos de erros e conflitos.
  • 802.11a: foi desenvolvido em paralelamente ao padrão 802.11b porém utilizava frequências altas em torno de 5GHz, se por um lado esta frequência não causa conflitos ele reduzia um pouco o alcance do sinal, outra grande vantagem era a taxa de transferência que ficava em 54MB/s porém o alto custo limitou o número de empresas que apostaram neste padrão.
  • 802.11g: este é o padrão mais difundido atualmente, a sua taxa de transferência fica em 54MB/s e possui frequência oscilando em 2.4Ghz permitindo fugir de interferências com boa abrangência de sinal, uma outra vantagem é que este modelo é retrocompatível com os anteriores, então equipamentos mais velhos também podem se conectar a aparelhos mais novos, porém a velocidade limite será sempre a do padrão mais antigo.
  • 802.11n: este é o mais novo padrão, por utilizar múltiplos conectores de entrada e saída sua taxa de transferência chega a até 150MB/s, os roteadores wireless modernos já estão sendo comercializados com este protocolo, porém como no 802.11g apesar de retrocompatível  taxa é sempre limitada pelo padrão mais antigo.

Como vimos a grande vantagem entre um protocolo e outro é a velocidade, um outro ponto interessante é que as gerações mais antigas podem não implementar criptografia WPA2 e com isso fornecer uma rede “menos segura”.

Agora que você já sabe as diferenças entre as gerações de redes wifi fica muito mais fácil escolher um padrão ao comprar o roteador ou até mesmo no momento da configuração.

 

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 322 outros assinantes

Busca

setembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930 

Categorias