Documento com foto será obrigatório em redes sociais

Um projeto de lei diz que documento com foto será obrigatório para o cadastro em redes sociais, a tal medida tem o objetivo de acabar com fake news.

Documento com foto será obrigatório em redes sociais
Documento com foto será obrigatório em redes sociais

Um projeto de lei do deputado Alexandre Frota diz que documento com foto será obrigatório para o cadastro em redes sociais.

No projeto não é referenciada nenhuma rede social, mas em suas publicações no Twitter existe um folder com ícones das redes sociais WhatsApp, Instagram, Twitter, Facebook e Telegram.

A justificativa é que com a tal identificação o combate as fake news será facilitado e perfis falsos serão extintos.

Documento com foto será obrigatório em redes sociais: como será

PL 2284/2020 versa que para o cadastro de novos usuários as redes sociais deverão exigir o envio da cópia de um documento com foto.

Para os usuários já cadastrados o envio deverá ser realizado em até seis meses, caso contrário os perfis deverão ser cancelados.

Na visão do deputado a circulação de notícias falsas se tornou comum em redes sociais e que a abrangência é astronômica.

O parlamentar defende que a medida tenha caráter de urgência, “pois crimes vêm sendo cometidos diariamente nas redes sociais e seus autores contam com dificuldade do poder público na sua identificação”.

Ainda cita o presidente Jair Bolsonaro e suas declarações sobre o COVID-19.

Não vai funcionar

Esta medida não irá funcionar, além de ser muito simples de ser burlada.

Em primeiro lugar o deputado não entende nada do funcionamento da internet e das redes sociais.

Documentos falsos poderão ser enviados e as redes sociais não terão condições de avaliar sua autenticidade, aliás isso já ocorre hoje no mundo real, até cadastros bancários são fraudados assim.

E um caminho mais simples é basicamente fazer seu cadastro como se fosse morador de fora do Brasil ou ainda usando uma VPN.

Parece que o deputado esqueceu que leis brasileiras abrangem somente o Brasil, perfis fake ou perfis operados por “robôs” continuarão a serem criados a partir do exteriormente e vão continuar a bombardear as redes sociais da mesma forma que ocorre atualmente.

Dois pesos e duas medidas

Acho engraçado que parlamentares com pouco conhecimento tenham dois pesos e duas medidas.

Tempos atrás queriam obrigar o WhatsApp a manter todas as mensagens arquivadas para serem solicitadas pela justiça a qualquer momento, como se já estivem os Correios a guardarem uma cópia de todas as cartas que entregam, afinal a referência faz total sentido.

Agora na CPI das Fake News, um monte de “especialistas” investigam somente fake news de candidatos contrários a sua preferência.

Só para ter idéia, esta estratégia sórdida é utilizada a anos pelo PT, em várias eleições e parece que ninguém se importava.

Agora ao que tudo indica um candidato utilizou contra eles o próprio veneno e ficaram indignados.

Me lembro que na campanha da candidata Dilma Roussef, o PT chegou a pagar 500 mil reais em um blog e perfil do Facebook famoso para pulverizar em forma de humor sua campanha eleitoral, isso é legal?

Enfim, parece que o deputado autor da lei tem pouquíssimo conhecimento de causa e basicamente tenta realizar perseguição política e nada além disso.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 320 outros assinantes

Busca

dezembro 2020
DSTQQSS
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Categorias