Conheça o padrão USB em todos os seus detalhes

Conheça o padrão USB com todos os seus detalhes e versões e saiba a diferença e a melhor aplicação de cada um deles e como facilitam sua vida.

Conheça o padrão USB em todos os seus detalhes
Conheça o padrão USB em todos os seus detalhes

Sabe como é a conexão de dispositivos com o seu computador? Conheça o padrão USB e veja como ele foi criado para facilitar a sua vida e conexão entre todos os seus gadgets.

Ele foi criado para facilitar e unificar a conexão de diferentes tipos de gadgets e periféricos ao seu computador.

Além de oferecer maior velocidade que modelos de conectores anteriores é mais seguro e com maior proteção contra danos que podem ocorrer no dispositivo no caso de falha no cabo.

Conheça o padrão USB: as diferentes versões

As versões mais conhecidas do USB são USB 1.1, USB 2.0, USB 3.0, USB 3.1, USB 3.2 e USB 4, sendo a maioria deles retrocompatível com versões anteriores.

A mais comum atualmente é o USB 2.0, que entrega velocidade satisfatória e por ser uma tecnologia antiga é bem barata.

Veja as principais versões e seus detalhes:

USB 1.x

Aqui foi o início de tudo, lançado no final da década de 90, surgiu para ser usado como conector universal e realmente atingiu o feito anos depois.

Sua velocidade nominal era de 1,5 Mbps até 12 Mbps, para os padrões da época era uma verdadeira revolução.

USB 2.x

No início de 2000 o padrão evolui e chegou o USB 2.0 que na especificação possuía velocidade de até 480 Mbps.

Um salto de desempenho considerável, se comparado a versão anterior.

É até hoje utilizado em dispositivos que demandam pouca energia (sim, USB também transmite energia) e que não precisam de velocidades tão altas.

Tem como principal vantagem o preço baixo aliada a velocidade mediana, resultando em excelente custo-benefício.

USB 3.x

Com a chegada da versão 3 um novo salto de velocidade de transferencia ocorreu, agora chegando até 4,8 Gbps, para o USB 3.0.

Enquanto que com a chegada do USB 3.1 e com a adição de cinco pinos ao conector a velocidade saltou para até 10 Gbps.

Por ser mais caro que a versão anterior normalmente vem somente uma saída USB 3.x por notebook, sendo todas as outras USB 2.0.

Note que até aqui, todas as versões são retrocompatíveis, sendo a velocidade limite de transferência a velocidade do conector mais antigo.

Por exemplo, se eu conectar um pendrive USB 2 em uma saída USB 3 de um notebook, a velocidade máxima de transferência será a do USB 2.

USB 4.x

Esta versão não é mais retrocompatível, pois foi aqui que surgiu o USB-C, mudando drasticamente o conector.

A sua velocidade máxima é de até 40 Gbps, ou seja, outro grande salto de velocidade.

Mas a principal novidade é a sua versatilidade, com ele é possível usar transferencia de dados e transferencia de vídeo em alta resolução, tudo isso simultaneamente.

Existe adaptadores que através de uma única saída USB-C oferecem no mesmo gadget uma saída USB-C, uma saída USB-A e ainda uma saída HDMI e todas podem ser utilizadas simultaneamente.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 319 outros assinantes

Busca

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Categorias