Conheça as diferenças do wi-fi e entenda porque alguns são lentos

Conheça as diferenças do wi-fi e entenda porque em alguns casos a rede em que está conectado é muito mais lenta do que outras.

Conheça as diferenças do wi-fi e entenda porque alguns são lentos
Conheça as diferenças do wi-fi e entenda porque alguns são lentos

Já conectou em uma rede wi-fi muito lenta ou que ficava caindo? Conheça as diferenças do wi-fi e descubra como tudo funciona.

Lembrando que além de velocidade de conexão e estabilidade o fator segurança também é importante.

E redes wi-fi mais novas possuem protocolos de segurança melhores e mais robustos.

Conheça as diferenças do wi-fi: os detalhes

Redes wireless são antigas, não tanto quanto redes cabeadas, mas mesmo assim antigas o suficiente para que existam várias versões.

Conforme as redes wi-fi foram evoluindo, novas versões foram lançadas, trazendo mais estabilidade, capacidade de conexão, velocidade e segurança.

Veja as versões:

  • Wi-Fi 802.11b: Wi-Fi 1
  • Wi-Fi 802.11a: Wi-Fi 2
  • Wi-Fi 802.11g: Wi-Fi 3
  • Wi-Fi 802.11n: Wi-Fi 4
  • Wi-Fi 802.11ac: Wi-Fi 5
  • Wi-Fi 802.11ax: Wi-Fi 6

Além das versões acima devemos destacar que as redes wi-fi ainda podem funcionar em duas frequências:

  • 2.4 GHz: com maior alcance e menor velocidade. Mais suscetível a interferências externas.
  • 5 GHz: menor alcance e maior velocidade. Menos suscetível a interferências externas.
  • 6 GHz: novo padrão, ainda pouco utilizado.

Outro fator importante é quanto ao tipo de transmissão:

  • 1×1: abre somente um fluxo de streaming de transmissão.
  • 2×2: abre dois fluxos de streaming de transmissão simultâneos.
  • 4×4: abre até quatro fluxos de streaming de transmissão simultâneos.

Explicando de maneira pouco técnica, um roteador 2×2 tem o dobro de antenas que um roteador 1×1 e por sua vez tem a metade de antenas que um roteador 4×4.

Na prática

Roteadores que suportam apenas 2.4 GHz e são do padrão wi-fi 4 não conseguem mais aproveitar toda a velocidade disponível nas conexões de banda larga atuais.

Lembrando que é usual encontrarmos conexões com mais de 256 Mpbs.

Para uma boa compra, aliando boa tecnologia e custo acessível, o seu roteador deve ser no mínimo padrão wi-fi 5, suportando as frequências 2.5 GHz e 5 GHz.

Caso contrário você encontrará dificuldades em manter várias conexões simultâneas e não aproveitará toda a velocidade de banda disponível.

E irá encontrar streaming travando e rede caindo.

Equipamentos que operam com wi-fi 6 e com a frequência de 6 GHz superam o valor de R$ 800,00.

Assim ainda possuem um alto custo para a grande maioria dos consumidores.

As duas pontas

Um detalhe muito importante é que ambos os equipamentos conectados precisam ter suporte a mesma versão do wi-fi e frequência para aproveitar todos os benefícios.

Em resumo, a rede wi-fi é nivelada por baixo, pelo equipamento mais antigo.

Logo não adianta investir uma grande quantia em um roteador com wi-fi 6 usando 6 GHz se o seu smartphone ou computador ainda são wi-fi 5, ou ainda pior, wi-fi 4.

Neste caso, o seu roteador passará a funcionar como um roteador wi-fi 5 ou 4.

Resumindo, foi dinheiro jogado fora.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias