Compatibilidade no Windows 11: explicamos tudo que você precisa saber

A grande dúvida que surgiu semana passada é sobre a compatibilidade no Windows 11. Vamos explicar tudo o que você precisa saber para migrar.

Compatibilidade no Windows 11: explicamos tudo que você precisa saber
Compatibilidade no Windows 11: explicamos tudo que você precisa saber

Uma grande dúvida surgiu na semana passada: como será a compatibilidade no Windows 11 para hardware menos recente (Não estou me referindo a hardware legado)?

Essa dúvida pipocou porque além de informações desencontradas fornecidas pela própria Microsoft, também tivemos o software de análise de compatibilidade dando resultados errôneos e imprecisos.

Isso bastou para gerar uma enxurrada de críticas ao novo Windows 11.

Compatibilidade no Windows 11: entendendo as entrelinhas

Já adiantamos que esta nova versão exigirá que o TPM 2.0 seja suportado e esteja ativo no hardware e também os requisitos básicos, mas existem muito mais detalhes a serem avaliados.

Além do processador ter que ser superior a 1 GHz, basicamente, somente processadores produzidos depois de 2017 serão compatíveis.

Alguns modelos da AMD somente após 2018.

No meio da confusão que se instalou surgiu o app de validação de instalação que começou a reportar relatórios de compatibilidade errados.

O negócio azedou a tal ponto que uma página sobre o Windows 11 da Microsoft precisou ser alterada as pressas.

Originalmente ela dizia que para sistemas não validados o Windows 11 seria instalado por conta e risco do usuário, agora este aviso foi removido.

O embaraço em torno dos processadores

Normalmente o Windows nunca fez exigências específicas em torno de processadores, apenas solicitava uma frequência mínima para fins de performance satisfatória.

Mas no Windows 11 será bem diferente.

Além de exigir um processador de 1 GHz com dois ou mais núcleos de 64 bits existe também uma lista com os processadores compatíveis.

Isso ocorre porque além da frequência de operação e núcleos um processador possui várias tecnologias específicas que a partir de agora irão impactar o Windows.

Isso limitou muito os modelos de processadores compatíveis, basicamente qualquer processador anterior a 2017 e vários modelos anteriores a 2018, no caso da AMD, não poderão executar o Windows 11.

Para estes usuários resta permanecer no Windows 10 ou simplesmente trocar de equipamento.

Lista de processadores compatíveis da Intel
  • Core i3, i5, i7 e i9 de 11ª geração
  • Core i3, i5, i7 e i9 de 10ª geração
  • Core i3, i5, i7 e i9 de 9ª geração
  • Core i3, i5, i7 e i9 de 8ª geração
  • Pentium Gold, Pentium Silver e modelos Pentium J6426, N6415 e 6805
  • Atom da série X lançados em 2021
  • Celeron da série G
  • Celeron da série J
  • Celeron da série N
  • Celeron 3867U, 4205U, 4305U, 4305UE, 5205U, 5305U, 6305 e 6305E
  • Xeon Scalable de 2ª e 3ª gerações, Xeon E e Xeon W
Lista de processadores compatíveis da AMD
  • Ryzen 9 e 9 Pro
  • Ryzen 7 e 7 Pro
  • Ryzen 5 e 5 Pro
  • Ryzen 3 e 3 Pro
  • E alguns modelos das linhas Ryzen Threadripper, Athlon e Epyc

Devido a esta questão de processadores, metade de todos os gadgets Microsoft Surface não serão elegíveis para o Windows 11.

Como avaliar seu computador?

A maneira recomendada é instalar a executar o aplicativo fornecido pela própria Microsoft.

Basta realizar o download neste site e depois executar a ferramenta.

Caso encontre alguma anormalidade que te impeça de atualizar para o Windows 11 o relatório irá informa-lo do problema.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 318 outros assinantes

Busca

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Categorias