Como escolher notebook em 2021 e as melhores opções de compra

Vamos mostrar como escolher notebook e quais pontos devemos ter atenção e cuidado no momento da compra para ter o melhor custo-benefício.

Saber escolher o notebook vai permitir comprar o equipamento adequado pelo melhor preço, por isso vamos mostrar como escolher notebook para o ano de 2021.

O primeiro passo é saber qual será a finalidade básico do seu uso.

Vai trabalhar? Vai estudar? Ou ainda um dos usos será para jogos?

Sabendo qual o perfil de uso fica mais fácil saber qual tipo de hardware irá precisar e evitar cair em armadilhas onde geralmente números estratosféricos nem sempre se resumem em melhor qualidade ou performance.

Como escolher notebook em 2021: como evitar armadilhas

As fabricantes precisam vender e por isso adoram colocar número absurdos em determinados componentes que são mais baratos e pouca influencia tem no uso da maioria dos consumidores.

Quer um exemplo prático disso?

O armazenamento é um exemplo clássico e vamos explicar o motivo mais adiante.

Vamos listar abaixo os principais pontos que você deve observar antes de comprar um notebook e como se esquivar das pegadinhas e números inúteis.

Armazenamento

Pode não parecer, mas a sua unidade de armazenamento tem muito influência na performance do equipamento.

Fabricantes adoram anunciar que seus notebooks possuem 1 TB de armazenamento, só não dizem que é um HD convencional de apenas 5.400 RPM, que é muito lento.

Por fim, você pode comprar um notebook com um processador i7 da Intel que a performance continuará a ser sofrível, porque o acesso a dados é muito lento.

Se você não for necessitar de grande volume de armazenamento o ideal é comprar um notebook com um espaço de armazenamento menor, mas equipado com SSD, que irá garantir muito mais performance.

Mas se precisar de um HD, devido a necessidade de armazenamento ser enorme, procure um equipamento com HD de 7.200 RPM e que seja híbrido.

Ou seja, que tenha o armazenamento de um HD, mas que possua integrado uma unidade SSD, geralmente de 8 GB ou 16 GB, para agilizar a permuta de arquivos com o processador, assim a performance não será tão ruim.

Quantidade de memória RAM

A maioria dos usuários não irá precisar de mais de 8 GB de RAM.

O que o fabricante adora fazer é oferecer 16 GB de RAM para tentar seduzir o usuário pelo número elevado.

Ele só não te conta que geralmente será de um padrão antigo e lento, que novamente irá impactar na performance.

Na maioria dos casos será melhor comprar um equipamento com 8 GB de RAM, no padrão DDR4 do que um equipamento com 16 GB de RAM no padrão DDR3.

Placa de vídeo dedicada

A maioria dos usuários não precisa de uma placa de vídeo dedicada em seu notebook.

Processadores Intel, especialmente a partir da sétima geração, apresentam boas soluções de vídeo (GPU) em conjunto com seus processadores.

A grande maioria nem sequer irá ativar o funcionamento de uma placa dedicada, já que o próprio notebook só ativa a placa dedicada em casos de necessidade, pois ela consome muita bateria.

Na grande maioria do tempo você irá apenas utilizar a GPU da própria Intel.

Se você for trabalhar com editoração gráfica, ou algo do tipo, ou for um jogador compulsivo seria interessante pagar bem mais caro por uma placa de vídeo.

Caso contrário não invista tanto em um equipamento assim.

Tela do notebook

Este quesito tem relação com a questão da GPU que relatei acima.

A grande maioria dos equipamentos é oferecida com uma resolução HD, que é baixíssima e subutiliza todo o potencial da GPU, sendo ela dedicada ou não.

Já cheguei ao absurdo de ver um notebook Dell com uma placa Nvidia dedicada com uma tela dessas.

Levando em conta o tamanho padrão da tela que fica em 15.6″ vemos uma imagem toda “pixelada”.

Para os atuais padrões, uma tela Full HD é o mínimo aceitável.

Então todo cuidado deve ser direcionado neste ponto, pois irá afetar diretamente o conforto de uso.

E lembrando, que além da resolução é também preciso observar a saturação da tela, por exemplo, notebooks da Lenovo são conhecidos por apresentarem cores desbotadas e de baixo contraste, ficando até mesmo difícil de utilizar o notebook.

Estes são pontos que vão ajudar você a escolher melhor um notebook e evitar cair em armadilhas do comércio.

A regra de ouro é não se deixar levar por números absurdos e incoerentes.

Fala aí qual foi a sua experiência de compra?

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 319 outros assinantes

Busca

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Categorias