Como é o consumo de memória do Google Chrome

Você já parou para pensar como é o consumo de memória do Google Chrome e por que ele é tão alto? Nós vamos mostrar o real motivo.

Como é o consumo de memória do Google Chrome
Como é o consumo de memória do Google Chrome

Vocês sabem como é o consumo de memória do Google Chrome e por que ele consome tanta memória assim?

Vale lembrar que este consumo começou a ficar exorbitante depois que o Chrome passou a separar em processos suas abas e demais ações.

Esta atitude foi tomada porque lá atrás era constante que o Chrome com várias abas abertas fosse fechado por causa de uma operação ilegal em apenas uma aba.

Em resumo, o usuário perdia várias abas abertas por causa de apenas uma.

Por isso o Chrome passou a isolar cada aba em um processo, caso a aba trave, somente aquele processo é encerrado preservando todas as demais abas.

Mas tudo tem o seu preço.

Como é o consumo de memória do Google Chrome: os detalhes

Com a divisão em processos o Google Chrome ganhou muita estabilidade, trazendo muito mais segurança para o usuário.

O problema é que a cada processo vários controladores são levantados junto e com isso o volume de memória utilizada pelo Chrome ficou gritante.

Somando o que é consumido por cada processo e o que é necessário para manter o kernel do Chrome em funcionamento temos um altíssimo consumo de memória RAM.

E para piorar, se você utilizar extensões cada extensão terá o seu próprio processo e vai memória em uso.

Além de performance muita segurança

Mas cada aba e extensão com o seu próprio processo tem um grande benefício além da performance.

Como cada processo está colocado dentro de uma sandbox isolada, um possível malware sendo executado em uma aba nunca terá acesso ao conteúdo das demais abas.

Desta forma o dano causado por um possível malware é muito reduzido.

A solução está a caminho

Cientes do problema a equipe do Google começou a incorporar melhorias a partir da versão 87 do browser.

Agora o Chrome possui suspensão de guias em segundo plano e melhorias no cache.

Tudo isso resultou em 25% mais velocidade ao executar o Chrome, além de menos uso de CPU e páginas carregando cerca de 7% mais rápido o que no final resultado em até 1,25 horas a mais de vida útil da bateria.

Vamos acompanhar as próximas versões.

matrix
matrix

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 319 outros assinantes

Busca

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Categorias