BitTorrent libera navegador Maelstrom

Parece que vamos ver uma disputa acirrada por usuários para navegadores e agora o BitTorrent libera navegador Maelstrom e esquenta ainda mais a briga.

[ad#texto]

Realmente este início de ano está bem agitado, pois é o terceiro lançamento de browser, primeiro foi o Vivaldi, depois o Yandex e agora o BitTorrent libera navegador Maelstrom (isso para não falar do Spartan da Microsoft) que tem uma proposta bem diferente dos demais, mas será que teremos algum novo líder no mercado?

BitTorrent libera navegador Maelstrom
BitTorrent libera navegador Maelstrom

Para quem é mais antigo viveu a primeira guerra dos browsers onde a Microsoft com seu Internet Explorer saiu vitoriosa na disputa por usuários contra a Netscape com seu navegador homônimo para depois de vários anos um novo embate ocorrer, desta vez com a Microsoft/Internet Explorer contra o Mozilla/Firefox onde devendo a grande queda de sua base de usuários incentivou a chegado do Google/Chrome.

Agora parece que neste ano iremos ver uma nova corrida pela conquista de usuários, porém é um ambiente muito mais heterogêneo com várias opções “menores” disputando espaço neste segmento.

BitTorrent libera navegador Maelstrom: o projeto

Todos já devem ter usado ou pelos menos tido contato com o cliente de torrents BitTorrent, agora seu player está desenvolvendo um browser baseado nos preceitos de torrent que irá funcionar da seguinte forma: quando um usuário acessa um site pela primeira vez o Maelstrom vai enviar partes deste site para outros usuários e assim formar uma rede P2P de navegação.

Este modo de navegação vai ajudar em dois pontos fundamentais: vai aumentar a velocidade de navegação, principalmente de usuários com conexões mais lentas e também vai dificultar ou até mesmo impedir o acesso a determinados sites que ocorrem em alguns países com regimes ditatoriais, já que é virtualmente impossível conhecer e bloquear todos os nós de uma rede P2P.

BitTorrent libera navegador Maelstrom: os detalhes

O projeto do Maelstrom também é baseado no projeto Chromium, logo a renderização de sites será bem estável e complacente com os ditames do W3C já que este já é um processo consolidado sendo inclusive fruto do desenvolvimento do próprio Chrome.

Por enquanto, para quem experimentar o beta do projeto não irá notar realmente os benefícios da navegação via P2P já que existem muito poucos sites (todos eles desenvolvidos pela própria equipe do BitTorrent) com suporte a navegação compartilhada.

Resta saber se este projeto decola e se todas as promessas feitas pelos desenvolvedores irão de fato se concretizar ou não.

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias