15 dias sem televisão

[ad#texto]
Como estou mais em Blumenau do que em minha cidade natal algumas coisas ainda estão pendentes na minha lista de tarefas para serem realizadas em um momento mais oportuno e uma delas é instalar uma televisão onde estou residindo.

Como a programação atual da TV brasileira está ruim ao extremo e já que tive a oportunidade de ficar sem acesso a uma TV resolvi servir de cobaia e passar 15 dias sem televisão, utilizando como substituto um notebook com Internet (via banda larga ou vocês queriam que eu utilizasse um modem?).

Com isso fiz algumas descobertas que compartilho com todos:

  • Vantagens:
    • Um computador com Internet tem a enorme vantagem de eu ter o poder supremo sobre o que eu quero ver e por quanto tempo, não temos intervalos (sempre inseridos na melhor parte do filme), como fonte de renda os sites que exibem canal de televisão de forma aberta inserem formatos de propaganda próprios para a Web, que já mostraram ser muito mais eficazes e menos intrusivos do que o tradicional comercial;
    • Eu posso parar e voltar à programação do jeito que eu quero;
    • Sou mais móvel, como eu estava em um ambiente com wireless e um notebook eu pude andar por toda a casa assistindo canais de TV normalmente;
    • É mais prático, pois posso escolher comprar um determinado programa em HD como posso assistir canais diversos gratuitamente, inclusive tenho acesso a diversos canais que não teria acesso na minha região com a TV aberta convencional;
    • Posso carregar diversos canais ao mesmo tempo esperando um ou outro programa começar.
  • Desvantagens:
    • A conexão tem que ser banda larga e estar em pleno funcionamento, qualquer alteração na velocidade da banda a transmissão de vídeo por ser um streaming sobre gargalos, os famosos “soluços” na reprodução;
    • Alguns canais gratuitos tem a resolução ruim;
    • A forma como assistimos, quebrando o paradigma da TV, causa a primeiro momento certo trauma, que nos faz querer voltar imediatamente para a tradicional televisão, no início é preciso força de vontade até que o hábito seja criado.

Como vimos nem tudo são flores, principalmente na parte que tange o hábito de assistir TV em frente a uma TV ( J ), porém é um tendência que haja um convergência entre os dois equipamentos: TV e computador. Essa convergência atua sob duas frentes distintas, em uma frente força as empresas de computação a criarem soluções que cada vez mais aproximem recursos computacionais de entretenimento aos recursos disponibilizados pela TV e em outra frente força os fabricantes de TV a cada vez mais informatizarem seus equipamentos fornecendo direto no televisor serviços antes somente imaginados em um computador.

Embora seja um processo lento e que demande muito tempo é provável que no longo prazo a televisão se funda completamente ao computador e seja totalmente absorvida por este causando assim a sua extinção.
E que venha o futuro!

Petter Rafael
Petter Rafael

Desenvolvedor Web atua com as tecnologias Java e PHP apoiadas pelos bancos de dados Oracle e MySQL. Além dos ambientes de desenvolvimento acima possuiu amplo conhecimento em servidores Apache/Tomcat, Photoshop, Arte & Foto, Flash e mais uma dezena de ferramentas e tecnologias emergentes. Atualmente colabora com o Viablog escrevendo sobre programação e tecnologia.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 321 outros assinantes

Busca

outubro 2020
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Categorias